VOLTAR

Financiamento de Veículos ou Imóveis

Post mortgage vehicle

Cuidados com um financiamento a longo prazo

É necessário muito estudo e planejamento antes de tomar a decisão de realizar um financiamento de veículos ou imóveis a longo prazo – além, é claro, da consciência de que essa responsabilidade financeira deve ser cumprida até seu final sem comprometer sua saúde financeira ou da sua família.

Esse endividamento, que tende a durar muitos anos, deve ser adotado após a certificação de que realmente não é possível adquirir o bem à vista. Caso o financiamento seja a única saída, seguir os passos que veremos abaixo é de extrema importância.

Entenda sua situação financeira

Ter o controle total de sua situação financeira é o princípio de tudo. Se você não consegue fechar o mês no azul, isso pode ser um grande indício de que um financiamento pode não ser bem-vindo. Afinal, honrar a dívida a cada mês vai comprometer seu orçamento.

O correto é que seu salário consiga abranger todos os gastos corriqueiros, pagar a parcela financiada e ainda sobrar algum valor para despesas eventuais. Atrasar ou deixar de pagar uma fatura causará problemas com a sua pontuação de crédito.

Reorganize suas finanças

Se adquirir um imóvel ou veículo for mesmo uma necessidade, nada o impede de reorganizar suas finanças. E até mesmo mudar os hábitos de compra. Ou seja, faça seu orçamento caber com a chegada dessa dívida em substituição a outros gastos que deverão ficar de fora do cotidiano a partir da decisão do financiamento.

Se, por exemplo, você e sua família gostam de viajar, abra mão desse hábito. Corte outras despesas que não sejam tão necessárias assim. Essa é uma situação que passa por um estudo consciente e muito planejamento de todos os envolvidos, já que o padrão de vida sofrerá uma ligeira alteração.

Simule o financiamento

Todo esse processo de entendimento da sua situação financeira e reorganização dos gastos devem estar atrelados a uma simulação do financiamento, a qual contará com datas e valores que estarão ligados à sua dívida.

Portanto, após entender que é sim possível financiar um imóvel ou carro, compreenda o que esses números acarretarão em sua vida ao longo dos anos. Isso aumentará a percepção real do impacto do financiamento no orçamento.

Analise o risco

Mesmo com toda a situação sob controle e bem planejada, sempre haverá riscos ao assumir uma dívida. Nunca teremos controle dos imprevistos que acontecem em nossa vida. Alguns exemplos, como problemas graves de saúde e a perda do emprego, nunca devem ser deixados de lado ao planejar um financiamento.

O indicado é ter repostas para essas possíveis situações, o que envolve, na maioria dos casos, o tamanho da reserva financeira que cada um possui. Assim, faça esse exercício analítico a fim de garantir que as parcelas serão pagas. E que você não correrá o risco de ser negativado, muito menos de perder dinheiro ao desistir de um financiamento.

Tenha uma reserva de emergência

É justamente o que acabamos de ver no item anterior. A reserva de emergência evitará dor de cabeça no caso de imprevistos. Sem contar que, de posse do seu novo bem, você também terá despesas para mantê-lo.

Essa reserva passa necessariamente por uma economia prévia. O que significa que a aquisição de um imóvel ou veículo financiado deve caminhar lado a lado com aquela palavra mágica e muitas vezes repetitiva: planejamento.

Financiamento de veículos ou imóveis

Caso você já tenha um comprometimento muito grande da dívida com financiamentos, uma saída é apelar para algum empréstimo pessoal. Estude dentre as opções existentes a qual se encaixa em seu perfil e necessidade. O passo seguinte pode ser a renegociação direta dessa dívida. Na maioria das vezes, é possível conseguir descontos no pagamento à vista desse montante.


  VOLTAR